<$BlogRSDURL$>

quarta-feira, novembro 02, 2005

Macau, desde o 12º andar com vista para o delta das Pérolas 

Eram oito horas e picos, oito e meia, dezasseis e trinta. Tarde calma. Como não há televisão o Miguel lia o Tintim, que levou aos quilos. Silêncio em fundo, como sempre. Um silêncio de 12º andar sobre o ruído constante da rua. Lá em baixo o parque com as máquinas fantásticas que não são do professor Hoffman [!], o Caravela onde se bebe bom café, se come comida portuguesa e se leva para casa, para lá disso o rio. E lá em cima aquele silêncio de prédio grande. Uma tarde calma. O Miguel com a voz embargada pela constipação, depois do almoço de bitoque. Todos bem, tudo vai bem. Apenas tudo é demasiado caro. É sempre demasiado caro, nunca como se diz.

E o Tintim em chinês, vendido na loja ao lado do Caravela, quanto custará?

Comments:
Looking for information and found it at this great site... »
 
Enviar um comentário