<$BlogRSDURL$>

segunda-feira, setembro 19, 2005

Preciso de um chapéu 



O sol afecta-me a ponto de poder apanhar uma insolação em menos de um fósforo. Quando ando pela rua procuro a sombra por instinto de sobrevivência. O sol ameaça-me. Preciso de um chapéu. Talvez encontre alguma coisa no Rossio; procurarei lá, naquelas duas lojas tradicionais, duas chapelarias de comércio antigo e de prestígio, na esquina da Praça com as Portas de Santo Antão, ao lado da Ginginha... Só aceito cobrir a cabeça com um chapéu de marinheiro, marselhês ou outro. Como já tive, aliás, e desapareceu de forma suspeita nas profundezas do armário da casa.

Tenho alguns modelos: o marinheiro da ilha de Malta e aquela imagem fugaz de Helmut Schmitd, chanceler alemão, a chegar ao nº 10 da Downing Street, de sobretudo comprido e chapéu de marinheiro na cabeça. Só vou tentar ser mais discreto que ambos. Nada de aventura, nada de política.

Comments: Enviar um comentário