<$BlogRSDURL$>

domingo, outubro 10, 2004

Oração 


[Zorn]

Não resisti à beleza desta pintura e à serenidade desta leitora. Não lhe vemos os olhos e, no entanto, sabemos que ela olha com atenção o corpo da letra na página do jornal. O corpo imóvel, a mão rígida segura o papel e não larga, tudo parece adormecido ou cristalizado. É o rito da leitura, que reclama urbanidade e a suspensão de todas as urgências. Precisamos, a cada dia, de nos esquecermos do mundo para o recuperarmos na esquina de uma página de jornal. Mais dócil, mais suportável.

Comments: Enviar um comentário