<$BlogRSDURL$>

sexta-feira, outubro 29, 2004

à atenção dos meus leitores 

Serve para dizer que este blogue está temporariamente em letargia. O autor encontra-se em missão noutro recanto da blogosfera, animando a paixão da educação. Fica aqui o convite para uma visita. A paixão é a mesma, o objecto da projecção é que muda. Obrigado pela visita.

terça-feira, outubro 12, 2004

Democracia, demagogia, etc 

Na República platónica já lá estava explicado: a demagogia é a perversão da democracia. Quanto mais democracia a sério menos demagogia, quanto pior democracia... mais demagogia. Cá também temos exemplos, com a perversão sofisticada dos demagogos canibalizarem as instituições democráticas, servindo-se delas para concretizar a sua agenda e confundindo uma com a outra.

As recentes eleições locais brasileiras foram um festival de candidatos folclóricos, alguns dos quais verdadeiros monumentos da paródia. Mas no meio do ruído descobri em Pensar Enlouquece um acesso para um texto de apologética que vale a leitura. Deixo aqui (e aqui pode ler mais:
{nota: Dhomini é um candidato a vereador que participou no concurso do Big Brother brasileiro}

"Domingo dia 12/09, Dhomini participou de uma carreata do prefeitável Íris Rezende, na cidade de Goiânia. O mais legal é que ele preferiu seguir de bicicleta junto com o povo, e não de carro, como é de costume dos candidatos.
Ponto para ele!!! Tanto no quesito originalidade, quanto no quesito simplicidade.
A carreata foi um sucesso, e ele como sempre se destacou, como relatou nossa amiga Cristina, que mora em Goiânia, e representará todos nós, seus admiradores, votando nele nessa eleição:
" Hoje (12/09) , quando voltava da missa, tive a oportunidade de ver a carreata de Dhomini e Íris Rezende, na região onde moro. Um sucesso!!! Os homens o aplaudiam e ovacionavam, manifestando simpatia por ele. As mulheres enlouquecidas, gritavam seu nome e mandavam beijos, uma loucura... Dhomini conquistou a todos no bbb , e depois do programa continuou amado por todos, porque mostrou ser uma homem bom caráter, honesto, e predisposto para o bem. Ficou evidente sua vitória nas urnas. Eu ,como Goiana que sou, lógico que votarei nesse Big vereador, que continua com a simplicidade de sempre".

domingo, outubro 10, 2004

Oração 


[Zorn]

Não resisti à beleza desta pintura e à serenidade desta leitora. Não lhe vemos os olhos e, no entanto, sabemos que ela olha com atenção o corpo da letra na página do jornal. O corpo imóvel, a mão rígida segura o papel e não larga, tudo parece adormecido ou cristalizado. É o rito da leitura, que reclama urbanidade e a suspensão de todas as urgências. Precisamos, a cada dia, de nos esquecermos do mundo para o recuperarmos na esquina de uma página de jornal. Mais dócil, mais suportável.

sexta-feira, outubro 08, 2004

Leitor de rankings 

Num filme de orçamento menor parcialmente rodado em Macau, e já em final de carreira, Orson Wells aparece como um financeiro decadente que tem problemas para conciliar o sono. Com um ódio pela ficção e pela literatura, que levam o homem a conceber cenários que não se conformam com a realidade, o velho capitalista só tinha um remédio: chamava o seu secretário português, a altas horas, e pedia-lhe que lhe lesse páginas e páginas de livros de contabilidade. Até finalmente conciliar o sono.

Tenho lido, durante esta semana, páginas e páginas de rankings. São os rankings das escolas, multiplicados por quatro. Mas não leio até adormecer nem esta leitura me tira o sono. Ah... nem tenho secretário português. Nem vivo os meus últimos dias em Macau.

O Correio da manhã publicou um caderno de 16 páginas:
As melhores e as piores escolas
E apresenta em destaque: O Colégio de Nossa Senhora da Boavista, em Vila Real, tem a melhor média em todo o país e A melhor escola secundária pública é a ES Infanta D. Maria. Situa-se em Coimbra, com o 7º lugar entre 608.

O Expresso integrou no seu caderno principal 8 páginas de quadros e textos sob o título ESCOLAS - "ranking Expresso do Ensino Secundário. O texto de abertura chama-se:
O novo quadro de honra.

O Público editou um caderno de 40 páginas com imensos quadros; a composição gráfica da capa indica a palavra LISTA. E como título:
Ranking das 608 escolas secundárias.
Com os seguintes destaques: Médias da 1ª Fase dos Exames Nacionais do 12º ano por Escola/ Análise dos Resultados às oito disciplinas com maior número de inscritos; Comparação Público/ Privado; Reportagens nas melhores e piores escolas públicas e privadas; Diferenças regionais; Quem subiu e quem desceu nos últimos anos.

Finalmente o Diário de Notícias com o seu caderno de 44 páginas:
Ranking das Escolas 2003/ 2004.
Destaques: As 100 melhores e as 100 piores; Discriminação por médias de Matemática e Português; Ordenação por distrito.


Têm sido as minhas leituras.

quinta-feira, outubro 07, 2004

Onde está o Ali Babá? 


Uma orientalista alemã, Cláudia Ott, traduziu, a partir das fontes árabes, as histórias das Mil e Uma Noites (que não são mil e uma mas "apenas" 282), expurgando as edições conhecidas no ocidente das fantasias literárias do orientalista francês Antoine Galland. Nesta nova versão, figuras tão romanescas como Sinbad, Aladino e Ali Babá foram rasuradas e desapareceram sem deixar rasto, deixando sobressair apenas o enredo original. Como vamos explicar isso às crianças?

Por Apenas + 

É com esta expressão tão eufemística que os jornais nos convencem a levar para casa um livro ou um CD com o papel pardo das notícias do dia. A Manuela chegou hoje com quatro fantasias do Público e da Visão (e do JL): o Vol. 3 de A balada do mar salgado, de Hugo Pratt, quer dizer de Corto Maltese (só tinha uma envelhecida edição espanhola adquirida por 100 ptas, na Livraria Couceiro em Santiago de Compostela, a 14 de Agosto de 1991); A Máquina do Tempo de H. G. Wells e O Fantasma de Canterville e outros contos de Oscar Wilde, ambos da simpática colecção Geração Público; Cem Poemas de Sophia, que reune um belo conjunto da poesia de Sophia de Mello Breyner, edição da Visão - JL. Tudo por apenas + 15 ou 16 €.

da ideia de conexão necessária 

"Nem o Governo nem eu próprio quisemos alguma vez calar qualquer tipo de comentário", afirmou o ministro Gomes da Silva, recusando qualquer relação entre as suas declarações e a cessação da ligação de Marcelo Rebelo de Sousa à TVI. Mais pormenores poderão ser lidos nesta notícia do Público.

Aquilo a que o ministro se queria referir, na minha leitura, permanece desde há muitos anos como um dos mais sofisticados problemas filosóficos. Trata-se da questão de saber se entre um evento determinado e outro evento, que se seguem no tempo, podemos ou não discriminar com segurança alguma relação de causalidade. Também chamado o problema da conexão necessária, nomeadamente pelo filósofo escocês David Hume. Se entre uma bola de bilhar que desliza num plano, tocando outra bola de bilhar, que por sua vez inicia um movimento nesse plano, existe alguma relação tangível e observável. De acordo com os empiristas mais radicais não existe na natureza tal fenómeno, da conexão necessária.

Folheando nostalgicamente a Investigação sobre o Entendimento Humano [Essays concerning the Human Understanding] de Hume, com a chancela das edições 70, julgo ter encontrado duas passagens que poderiam ser muito úteis ao ministro para justificar a sua interpretação pessoal dos acontecimentos. A primeira: "E só a experiência nos ensina como é que um evento segue constantemente outro, sem nos instruir acerca da secreta conexão que os liga entre si e os torna inseparáveis"(p. 68). A segunda, muito mais clara e definitiva: "Parece que em casos singulares da acção dos corpos, nunca podemos, mediante o mais extremo escrutínio, descobrir alguma coisa a não ser um evento sucedendo-se a outro, sem conseguirmos compreender qualquer força ou poder pelo qual a causa actua, ou qualquer conexão entre ela e o seu suposto efeito". (p. 74)


- E com argumentos destes quem precisará de contraditório?

segunda-feira, outubro 04, 2004

A quinta 

A partir de hoje basta dizer assim e praticamente toda a gente sabe do que é que eu estou a falar. A quinta...
A televisão da realidade já nos tinha dado muito mas nunca tinha dado este passo que é, verdadeiramente, uma conquista social: pela primeira vez estamos na intimidade dos famosos vivendo nas duras condições das pessoas vulgares que trabalham para sobreviver. E até temos direito a uma certa vingançazinha de classe. Agora é que vamos ver como é que eles se desenrascam.

sexta-feira, outubro 01, 2004

Paixão (não vais fugir de mim) 

É o verso de um tema famoso dos Heróis do Mar e só isso. Paixão da educação é o nome do nosso blog (colectivo) para os temas da educação, da escola e do ensino em geral. Tal como tem acontecido com este ano lectivo vamos começando devagar, em nítido gerúndio. A 4 de outubro começarão as entregas regulares, depois seja o que Deus quiser.

ISBN vai mudar 

Não sabia. O ISBN vai mudar de 10 para 13 dígitos. A partir de 1 de Janeiro de 2007 é assim. Para saber os pormenores entrar aqui. Vem na página da APEL (Associação Portuguesa de Editores e Livreiros). A nossa vida também muda imperceptivelmente quando mudam estas coisas.