<$BlogRSDURL$>

quarta-feira, setembro 29, 2004

Um olhar no Joe's Bar 

É assim que se chama o último livro do meu orientador, o professor Rogério Carrola. É uma longa narrativa em forma de poema, com 194 estâncias. Recebi-o hoje pelo correio, com dedicatória afectuosa, enviado da Sociedade Guilherme Cossul. É mais um número das edições fluviais, sob orientação do bom Alberto Augusto Miranda. Começa assim:

1.
Os viajantes que chegam
ao
Joe's Bar
não trazem sinais de grande sabedoria.

Chegam em pacotes, bem embrulhados
e pelo ar.

Cambaleiam um pouco
antes de começarem a beber
e a esvaziar os olhos para as mulheres
húmidas da noite
do Funchal.

Mostram fotografias originais,
mesmo do Eufrates
e do Nilo

e refrescam as gargantas
nas palavras de sonho
com que constroem
toda a mitologia do grande Oceano.

Imaginam essas águas primevas
nos seus copos
enquanto devagar uma lágrima
vai acometendo a mão feminina
como se fosse uma âncora

de desejo.

Comments: Enviar um comentário