<$BlogRSDURL$>

quarta-feira, setembro 01, 2004

Festival de Poesia de Moncayo, Aragão 


Ao varrer uma das minhas contas de email encontrei uma mensagem do BC-spain, quer dizer, da lista de contactos do Bookcrossing espanhol de que faço parte quase apenas por inércia. A mensagem vem de um amigo que reproduz provavelmente uma notícia sobre o Festival de Poesia de Moncayo, no Mosteiro de Santa María em Trasmoz, uma localidade da recôndita comunidade aragonesa. Repito aqui a mensagem, cometendo uma inconfidência virtuosa, porque se trata de poesia.

POESÍA EN EL MONCAYO
Festival y liberación de libros de la Ed. Olifante
by Zancocho


El pasado fin de semana, 28 y 29 de agosto, se celebró en Trasmoz y en el Monasterio de Santa María de Veruela el III Festival de Poesía Moncayo (Zaragoza, Aragón, España).

El sábado por la tarde en Trasmoz, un pequeño pueblo en las faldas del Moncayo inspirador de artistas y poetas (dado a conocer, sobre todo, por Becquer durante su estancia en el Monasterio). El domingo por la mañana el recital de poesía se trasladó al Monasterio.

Este año se ha dedicado especialmente a Pablo Neruda, para conmemorar el centenario de su nacimiento.

El Festival ha estado organizado por la editorial Olifante (y apoyado por diversas administraciones). Esta editorial (dedicada exclusivamente a la poesía) mostró su compromiso y confianza y Bookcrossing decidió liberar toda su colección en Trasmoz y el Monasterio. De esa manera el Festival no acabará tras el fin de semana y, junto a los libros, seguirá viajando y viviendo.

La información completa sobre el Festival (aunque ha haya pasado merece consultar la web) en:

[Programa do Festival 2004]

Saludos cordiales.
Zancocho, desde Madrid
------------------------------------------------------------

O Festival deste ano contou com uma vasta selecção de poetas lidos - o que pode ser confirmado na consulta do Programa - entre os quais se contou o português António Osório. Mais informações sobre o certame deste ano podem ser encontradas aqui. El Periodico de Aragon fala do acontecimento com o devido detalhe, numa notícia que antecipa o início do festival.
A primeira edição da festa da poesia, como os organizadores da editora Olifante quer que se encare o Festival, teve lugar no ano passado, no mesmo local, com apoios das autoridades locais. O [Programa do Festival 2003] contou já com a presença poética de vozes portuguesas, através da leitura pública de poemas de José Viale Moutinho e de Vergilio Alberto Vieira.

A responsável da editora, Trinidad Ruiz Marcellán, também directora do Festival, apresentou esta iniciativa como a evidência de que "es posible, por necesario, otro mundo mejor. Y que ese mundo mejor está en nosotros".
Por isso a realização destes encontros tem qualquer coisa de milagroso e de absolutamente improvável: "Los poetas son como islas, estrellas extraviadas en la tierra. A veces los poetas se hacen reunión y llamada", explica Trinidad Ruiz no manifesto do Festival.

A organização, numa deriva libertária e romântica, associou aos actos deste Festival o movimento Bookcrossing espanhol. Muitos dos livros lidos terão sido "libertados" no final, para iniciar desde Moncayo um percurso incerto de mão em mão. Gostemos ou não do romantismo implícito do movimento BC, que conta em Portugal e Espanha com largos milhares de participantes, o abandono voluntário de livros ao acaso dos seus leitores, em lugares emblemáticos ou inesperados, para uma viagem sem fim à vista, é uma excelente forma de encerrar um Festival de Poesia.



Comments:
se um dia acontecer um piano toca e na esquina ouve-se
e toca-se bateria e na outra um trompete e tu aqui a ouvir uma gaita de foles
 
Enviar um comentário