<$BlogRSDURL$>

terça-feira, setembro 21, 2004

Bebo & Cigala 

A :2 passou ontem de madrugada um concerto gravado no verão passado em Mallorca, com uma constelação improvável de duas estrelas negras da música: Bebo, ao piano e El Cigala, na voz.
Bebo Valdés é um mestre do jazz latino; pianista, compositor e director musical, cubano de nascimento, vive em Estocolmo desde 1960 e durante 15 anos tocou piano numa cadeia de hotéis. Diego El Cigala é um dos nomes da actual cena flamenca. Nasceu em Madrid há 36 anos e afirma-se cada vez mais como um cantor aberto a experiências inovadoras. Este disco - Lágrimas negras - é um bom exemplo. A voz de um cantor encontra-se com a imaginação de um pianista, ignorando géneros e cânones. O programa de ontem revelou esse breve milagre. Um flamenco, acompanhado pelo pianista cubano, cantando Tom Jobim e Vinicius de Moraes. É possível encontrar a perfeição nestas coisas incompletas; flamenco em estado puro decantado num torvelinho de piano em estado líquido, no escuro da noite.
"Es una extraordinaria amalgama en la que la canción antillana suena a cante, y al revés", escreveu a propósito o poeta Ángel González.

Comments: Enviar um comentário