<$BlogRSDURL$>

sábado, julho 24, 2004

A alegria do bibliotecário 

Era o bibliotecário da catedral de Santiago de Compostela, a cidade perfeita para se viver e para se morrer. Um clérigo dos antigos, numa sala interior, entre livros guardados dentro de armários austeros. Estuda, cataloga e conserva relíquias que nunca tocaremos. Sorria para a câmara da TVE, com evidente prazer, e dizia: "Imagine o que é estar frente ao código Calixtino todos os dias, ou ter nas mãos uma bula papal..."

Comments: Enviar um comentário