<$BlogRSDURL$>

domingo, junho 27, 2004

Era uma vez... 

... a felicidade imerecida paga-se muito caro. Naquele ano, já distante, chegámos à final do campeonato da Europa. Mas em contrapartida, em poucos dias, a realidade vingou-se cruamente. O primeiro ministro Durão Barroso foi escolhido para presidir à Comissão Europeia por 5 anos, Santana Lopes abandonou a Câmara de Lisboa e as pretensões a cadidato a Belém e tornou-se primeiro-ministro, Paulo Portas, ex-Paulinho das feiras, então ministro das vaias e do assobio, acabou por conseguir a pasta, desde há muito desejada, dos Negócios Estrangeiros. A ficção política não é o meu forte... a realidade é mais imaginativa que eu.

Comments: Enviar um comentário