<$BlogRSDURL$>

quinta-feira, junho 24, 2004

Abajo los portugueses - 4º post de 5 

Lembro-me de um dia ter ficado verdadeiramente chocado com um artigo de última página do El País. A grande notícia eram os festejos dos adeptos do principal clube de futebol de Mérida, que tinha acabado de subir à primeira liga espanhola. Uma multidão de adeptos, quase todos jovens, em delírio na Praça de Espanha, bem no centro da capital Estremenha. Uma floresta de bandeiras, camisolas e estandartes enchiam a foto na última página. E entre as mãos de uma adepta um cachecol estendido que dizia "Abajo los Portugueses". Passei da empatia à depressão. Não percebia como era possível interromper a imensa alegria de uma subida de divisão com uma nota tão amarga, um comentário tão sarcástico dirigido a quem não participava, nem de perto nem de longe, naquela festa. Era uma alegria cheia de amargura, e a mim também me amargurava. Creio que só percebi muito tempo depois, ou alguns minutos mais tarde, o que dá no mesmo quando se trata de sincera amargura. Disseram-me, para meu grande alívio, que os portugueses referidos no cachecol não eramos nós mas os adeptos do Badajoz. A rivalidade centrífuga do futebol empurrava os habitantes de Badajoz, na periferia do território espanhol, para o país do lado. Para o nosso lado. Não imaginam o alívio que foi esta revelação. Por mim não me importava que Badajoz estivesse verdadeiramente do nosso lado, que a adepta espanhola tivessa alguma razão no seu sarcasmo.

Comments: Enviar um comentário