<$BlogRSDURL$>

domingo, abril 25, 2004

Do cabaret para o hospital... por tempo indeterminado 

Volto à reclusão esta manhã, pelas 8.00 horas. Não sei por quantos dias, seguramente por mais de uma semana e menos de um mês. Ou o que é seguro?
Levo três munições: A Bíblia Sagrada, na versão de João Ferreira de Almeida, porque estou a ler os evangelhistas; Os Dragões do Éden (Especulações sobre a evolução da inteligência humana e das outras), porque empreendi a terefa de ler o Carl Sagan; A Montanha Mágica de Thomas Mann, porque apesar de representar um ambiente de decadência social e política, é uma história de convalescença. E porque já tinha feito uma tentativa anterior de o ler, que me deixou a páginas 100.